Domingo, 28 Maio 2017

ANNITAS – Pensem Fora da Caixa

Lançamento do projeto social “Annitas - Pensem Fora da Caixa!” Lançamento do projeto social “Annitas - Pensem Fora da Caixa!”
Município catarinense realiza projeto social que previne altos índices de afastamento no trabalho por transtornos emocionais
 
 
Cerca de 400 servidoras públicas municipais participam do treinamento de alto impacto voltado ao empoderamento feminino: “Annitas – Pensem Fora da Caixa”. A capacitação será realizada até agosto. 
 
Desde o dia 19 de abril, servidoras da rede pública de Pomerode, SC, participam do projeto social “Annitas – Pensem Fora da Caixa!”, o primeiro do gênero no Brasil para o empoderamento feminino. Como medida preventiva a transtornos emocionais, que afetam milhares de servidores públicos no país, o município catarinense inscreveu cerca de 400 educadoras do ensino fundamental que pelos meios digitais, já começaram a receber vídeos, orientações e atividades que fazem parte do primeiro módulo. Os treinamentos acontecerão até o final de agosto e, além de capacitação à distância, haverá três módulos de treinamento presencial de alto impacto com duração de 10h cada. Os treinamentos de imersão iniciarão nos dias 27 de maio e 3 de junho. 
 
É uma realização do Instituto Educação Sem fronteiras – Iesf Brasil em parceria com a Secretaria de Educação e Formação Empreendedora da prefeitura de Pomerode.
 
O projeto, que leva o nome da heroína Anita Garibaldi, em breve, deverá chegar a outros municípios brasileiros.  Já está em estudo a realização do “Annitas – Pensem Fora da Caixa!” com servidores públicos de outras cidades de Santa Catarina, do Paraná, do Rio Grande do Sul, de São Paulo e do Distrito Federal. 
 
Entenda o projeto “Annitas – Pensem Fora da Caixa!”
 
O projeto social de alto impacto e inovador, voltado ao empoderamento feminino, foi lançado ao Brasil no último dia 19 de abril, no município catarinense de Pomerode. 
 
O tempo de duração de implementação do projeto varia conforme a necessidade de cada município. Ministrado pela experiente psicóloga e uma das idealizadoras do projeto Sandra Gaya, utiliza atividades práticas, cientificamente fundamentadas, como análise comportamental cognitiva, neurociência, física quântica e psicologia positiva. Foi desenvolvido ao longo de cinco anos de estudo e pesquisas em diferentes áreas do conhecimento para trabalhar de forma prática as emoções das participantes.
 
Está alicerçado na Lei Federal nº 13.272 de 15 de abril de 2016, que institui o ano de 2016 como o ano do empoderamento da mulher na política e no esporte e nos princípios do empoderamento das mulheres definidos pela Organização das Nações Unidas  (ONU Mulheres).
 
Afastamento do trabalho por doenças mentais
 
Segundo a Organização Mundial da Saúde, em alguns anos, a depressão e outros transtornos mentais se tornarão o principal motivo para os trabalhadores se afastarem do trabalho no mundo. Em nível nacional, os transtornos mentais e comportamentais já são a terceira causa de afastamento do trabalho, segundo levantamento realizado pela Previdência Social entre 2008 e 2012. Ao todo, mais de 211 mil pessoas foram afastadas do trabalho público e privado devido ao adoecimento mental por prazo superior a 15 dias e passaram a receber benefício auxílio-doença em 2011, segundo o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).
 
Em Santa Catarina, segundo dados da Diretoria de Saúde do Servidor, ligada à Secretaria de Administração, as licenças para tratamento de saúde afastaram quase 10 mil servidores do trabalho em 2012. Os principais motivos dos afastamentos foram transtornos mentais e comportamentais, como stress e depressão, em 34% dos casos. Desse total, o maior número de servidores correspondia às áreas da educação. 
 
“Como ferramenta de recursos humanos, a saúde está diretamente relacionada com os altos índices de afastamento no trabalho por conta de transtornos mentais e comportamentais. As doenças têm 90% de influência emocional e com o treinamento iremos fortalecer habilidades, redescobrir talentos, encarar medos, enfrentar limitações, encontrar oportunidades de aprimoramento e desenvolvimento pessoal. Muitas vezes, precisamos ativar nossos recursos internos para empreender na nossa própria vida. Além disso, com o projeto, as servidoras municipais também poderão se tornar agentes multiplicadoras do empoderamento”, complementa a psicóloga Sandra Gaya.
 
Sobre o Annitas – Pensem Fora da Caixa
 
O projeto social “Annitas - Pensem Fora da Caixa” é um método de “empoderamento das servidoras públicas” destinado aos setores público municipal, estadual e federal com transformação de alto impacto, inicialmente, direcionado às mulheres. O método inovador de treinamento é prático e amplia as possibilidades de atuação profissional e realização dos objetivos por meio da ativação dos recursos internos de cada participante. O nome faz referência à heroína Anita Garibaldi, escolhida por ser uma referência feminina de determinação e de luta por seus ideais. É mantido pelo Instituto Educação Sem Fronteiras –Iesf Brasil, organização do terceiro setor com sede no Distrito Federal e área operacional em Curitiba, PR. Nasceu do propósito de vida da psicóloga e empreendedora comportamental Sandra Gaya e do fundador do Iesf Brasil Anderson Santana durante um evento promovido pela ONU Mulheres em Brasília-DF sobre igualdade de gênero e empoderamento feminino. Por meio do modelo de educação emocional positiva e empreendedora, o projeto social visa solucionar as diversas questões emergentes referentes à saúde integral da população brasileira e ao desenvolvimento socioeconômico da nação.
 
 
 

Entretenimento Noticias Cultura

Newsletter

Receba nossa Newsletter