Sábado, 16 Dezembro 2017 | Login
Rafael Câmara / Divulgação Rafael Câmara / Divulgação

KART: Atingido durante o warm up, Rafael Câmara perde chance de disputar o título em Las Vegas

Brasileiro chegou a última bateria da competição como um dos favoritos ao título, mas teve seu kart atingido por um adversário durante o aquecimento e ficou com a estrutura do carro comprometida
 
 
O kartista pernambucano Rafael Câmara viu mais uma vez suas chances de título escaparem por causa de incidentes infelizes. Dessa vez, nos Estados Unidos, pelo SKUSA SuperNationals, o piloto que comandou o kart #555A da equipe NF Piquet Sports, na categoria X30 Junior, se classificou como um dos favoritos ao título para a final, que aconteceu na tarde (horário de Brasília) deste domingo (19), mas uma pancada que levou durante o aquecimento acabou entortando o chassi e comprometeu seu rendimento. Partindo da terceira fila na final, Câmara completou sete voltas, de 16 previstas, até abandonar com problemas para fazer curvas para a esquerda. O campeão foi o americano Jak Crawford.
 
“Infelizmente tive um dia difícil em Las Vegas. Depois de tantas baterias boas e bem disputadas, tive esse problema no warm up de domingo que desestabilizou o kart inteiro. Os mecânicos ainda fizeram um bom trabalho para tentar deixar o carro redondo para a final, mas o chassi entortou e ficou muito difícil de fazer as curvas para a esquerda. Coisas de corrida, não tem muito o que fazer. Agora é aproveitar o descanso, porque a temporada já começa em janeiro e teremos muito trabalho”, avaliou o piloto de 12 anos, que vai disputar a próxima temporada na Europa, com a equipe Kosmic Racing.
 
Em 2018, o piloto parte para um novo desafio na jovem carreira, correndo os campeonatos CIK-FIA (Europeu e Mundial) e WSK (Champions Cup, Super Master Series, Open Cup e Final Cup). Será um ano intenso, que já começa com os testes coletivos em janeiro para o WSK Champions Cup, na Itália. Durante a temporada, o piloto ainda correrá na França, Reino Unido, Alemanha e Suécia. As atividades na Europa começam já no mês de janeiro, com os testes coletivos do WSK e também com a Champions Cup, em Adria (Itália).
 
Quando houver uma folga nos campeonatos no Velho Continente, Rafael também deverá participar de algumas corridas no Brasil, onde em 2017 conquistou títulos importantes ao longo do ano, como a Copa Rotax e o Campeonato Brasileiro Rotax.
 
Mais informações, acesse: www.rafacamara.com.br