Sábado, 20 Janeiro 2018 | Login
Orquestra Petrobras Sinfônica / Crédito: Lais Moss Orquestra Petrobras Sinfônica / Crédito: Lais Moss

Orquestra Petrobras Sinfônica apresenta "THRILLER SINFÔNICO" em São Paulo Destaque

54 músicos vão apresentar versão clássica a sucessos de Michael Jackson, nos dias 22 e 23 de fevereiro, em São Paulo. “Thriller” completou 35 anos de lançamento e é o disco mais vendido da história.
 
 
THRILLER SINFÔNICO 
ORQUESTRA PETROBRAS SINFÔNICA
 
A renomada Orquestra Petrobras Sinfônica apresenta, nos dias 22 e 23 de fevereiro, no consagrado palco do Teatro Bradesco, em São Paulo, verossímil versão orquestrada de todas as composições de “Thriller”, álbum de Michael Jackson que revolucionou os rumos da indústria fonográfica e completou 35 anos de lançamento em 2017.
 
 
Após emocionantes apresentações sold out no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, a Orquestra Petrobras Sinfônica se prepara para encarar um novo desafio em 2018: trazer o espetáculo que encantou a Cidade Maravilhosa para dois shows especiais em São Paulo.
 
Com regência de Felipe Prazeres, 54 músicos vão executar, nos dias 22 e 23 de fevereiro, no consagrado palco do Teatro Bradesco, a verossímil versão orquestrada de todas as composições de “Thriller”, álbum de Michael Jackson que revolucionou os rumos da indústria fonográfica e completou 35 anos de lançamento em 2017.
 
Os arranjadores brasileiros Marcelo Caldi, Mateus Freire e Jessé Sadoc assinam a adaptação de sucessos como “Beat It”, “Thriller” e “Billie Jean”.
 
“Thriller” se consagrou por sua pegada mais eletrônica, de guitarras, teclados e sintetizadores, que influenciou a música na década de 1980. O disco do Rei do Pop se mantém até hoje no topo da lista dos mais vendidos da história, ultrapassando a marca de 110 milhões de cópias.
 
Este será o segundo concerto da série Álbuns, que em fevereiro lotou casas de espetáculo pelo país com o projeto Ventura Sinfônico, em homenagem ao disco do Los Hermanos, visto por mais de 10 mil pessoas.
 
 
*A iniciativa é uma das ações da Petrobras Sinfônica que buscam popularizar a música clássica e renovar o público do gênero. Entre as novidades do conjunto, destacam-se a reformulação da identidade visual e a divisão da Temporada 2017 em três mundos: Clássico, Pop e Urbano.
 
 
 
 
Serviço: SÃO PAULO (SP)
 
Quando: 22/02/2018 - Quinta-feira – 21h / 23/02/2018 - Sexta-feira – 21h
Onde: Teatro Bradesco www.teatrobradesco.com.br
(Rua Palestra Itália, 500 / 3º piso – Bourbon Shopping São Paulo)
Duração: 70 min. - Faixa Etária: Livre
Capacidade: 1457 pessoas - Acesso para deficientes
ATENÇÃO: Não será permitida a entrada após o início do espetáculo.
 
INGRESSOS NA PRÉ-VENDA – PLATAFORMA QUEREMOS
VALOR:  R$80,00
 
# VENDA ONLINE (QUEREMOS)
 
Realização:
Opus Promoções
Orquestra Petrobras Sinfônica
 
 
*****
 
 

Itens relacionados (por tag)

  • Pesquisa revela os 10 FILMES mais esperados em 2018
    O universo Marvel conquistou as três primeiras colocações, enquanto a rival DC Comics aparece em quinto lugar no ranking.
     
     
    Levantamento mostra os filmes do universo Marvel
    como os mais aguardados para 2018.
    Essa é a quinta edição da pesquisa,
    que contou com quase 10 mil participações. 
     
     
    A 5ª edição da pesquisa Geek Power, realizada pelo Omelete Group, em parceria com o IBOPE CONECTA – plataforma web do IBOPE Inteligência - aponta quais são os filmes mais aguardados pelo público de cultura pop em 2018.
     
     
    Confira a lista completa:
     
    10 - Os Novos Mutantes
    (20th Century Fox e Marvel Entertainment)
     
    Com dois brasileiros no elenco, Alice Braga e Henry Zaga, Os Novos Mutantes é um filme derivado da franquia dos X-Men com uma pegada de terror. Na trama, cinco jovens mutantes começam a descobrir melhor suas habilidades enquanto são mantidos em uma instalação secreta contra suas vontades. O décimo lugar da lista de mais esperados de 2018, com 10% dos votos, tem direção de Josh Boone e a estreia está marcada para 13 de abril de 2018.
     
    Durante painel da Fox na CCXP 2017, Boone revelou que a sequência do filme pode ter cenas rodadas no Brasil, já que um dos mutantes, o Mancha Solar, - vivido por Zaga - é brasileiro. O painel também contou com a presença de Alice e Henry.
     
    Os Novos Mutantes conta também com Maisie Williams, conhecida por interpretar Arya Stark em Game of Thrones, Anya Taylor-Joy, Charlie Heaton e Blu Hunt no elenco.
     
     
    9 - Círculo de fogo –A Revolta
    (Universal Pictures)
     
    Estrelado por John Boyega (Star Wars), o nono lugar da lista é Círculo de Fogo –A Revolta, com estreia no Brasil em 23 de março de 2018. No filme, que recebeu 11% dos votos na pesquisa, Boyega interpreta o rebelde Jake Pentecost, um então promissor piloto de Jaeger, que abandona seu treinamento e entra com o submundo do crime.
     
     
    8 - X-Men: A Fênix Negra
    (20th Century Fox)
     
    Mais uma aventura do universo X-Men está entre os filmes mais esperados em 2018. A trama relata a transformação de Jean Grey, vivida por Sophie Turner, (a Sansa de Game of Thrones) na Fênix Negra, um ser cósmico de imenso poder. O longa é parcialmente baseado nas HQs de Chris Claremont e ainda tem no elenco Jennifer Lawrence, Michael Fassbender, James McAvoy, Nicholas Hoult, Alexandra Shipp, Tye Sheridan e Kodi Smit-McPhee. Simon Kinberg dirige o filme que recebeu 11% dos votos e chega aos cinemas em 2 de novembro de 2018.
     
     
    7 - Os Incríveis 2
    (Disney/Pixar)
     
    Continuação da famosa animação que trará de volta a família superpoderosa, Os Incríveis 2 começará minutos após o final do longa original. Dezenas de novos heróis serão revelados e o Sr. Incrível precisará ficar em casa cuidando de Zezé e acaba descobrindo os poderes do filho mais novo – que ao enfrentar um guaxinim demonstra 10 poderes. A estreia do sétimo filme mais esperado em 2018 está marcada para junho. Na pesquisa, a animação recebeu 19% do predileção 
     
     
    6 - Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald
    (Warner Bros. Pictures)
     
    O universo Harry Potter está representado na lista dos filmes mais aguardados do ano. No final do primeiro filme (Animais Fantásticos e Onde Habitam), o poderoso Bruxo das Trevas Gerardo Grindelwald (Johnny Depp) foi capturado pela MACUSA (Congresso Mágico dos Estados Unidos da América) com a ajuda de Newt Scamander (Eddie Redmayne). Mas, cumprindo sua ameaça, Grindelwald escapou e começou a reunir seguidores, que em sua maioria desconhecem seu verdadeiro propósito: elevar os bruxos de sangue puro para dominar todos os seres não-mágicos. Em um esforço para frustrar os planos de Grindelwald, AlvoDumbledore (Jude Law) procura seu antigo aluno, Newt Scamander, que concorda em ajudar, sem saber dos perigos que o aguardam. Linhas são traçadas quando amor e lealdade são testados, mesmo entre os amigos e familiares mais verdadeiros, em um mundo bruxo cada vez mais dividido. Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald teve 20% dos votos e a estreia será no dia 16 de novembro de 2018.
     
     
    5 - Aquaman
    (Warner Bros. Pictures/DC Comics)
     
    Os 23% do público que votaram em Aquaman como o filme mais aguardado de 2018 terão uma longa espera, já que a estreia está marcada apenas para em 21 de dezembro. No seu primeiro filme solo, Aquaman (Jason Momoa) aparece como um líder relutante em Atlântida. Nesse tempo, os humanos passaram a poluir cada vez mais os oceanos ao redor do mundo, fazendo com que os Atlantes comecem a se preparar para invadir a superfície. No elenco ainda estão Yahya Abdul-Mateen II (The Get Down) e Patrick Wilson (franquia Invocação do Mal) que serão, respectivamente, os vilões Arraia Negra e Mestre do Oceano. Amber Heard fará o papel de Mera, interesse amoroso de Aquaman. Willem Dafoe também está no elenco como Vulko, Nicole Kidman como Atlanna, a mãe do Aquaman, e Temuera Morrison, mais conhecido por ter interpretado o pai de Boba Fett em Star Wars: O Ataque dos Clones, como o pai de Arthur Curry/Aquaman.
     
     
    4 - Solo: Uma História Star Wars
    (Disney/Lucasfilm)
     
    Spin-off de Star Wars, Solo vai se concentrar em como o jovem Han Solo (Alden Ehrenreich) se tornou o ladrão, contrabandista e malandro que Luke Skywalker e Obi-Wan Kenobi conheceram na cantina de Mos Eisley. O filme se passa antes dos eventos retratados em Star Wars: Uma Nova Esperança, inclusive encontrando com Lando Calrissian (Donald Glover). Com 23% dos votos do público, o filme tem estreia prevista para 24 de maio.
     
     
    3 - Pantera Negra
    (Disney/Marvel)
     
    Iniciando o pódio dos filmes mais aguardados em 2018 está Pantera Negra. O longa do universo Marvel inicia logo após os eventos de Capitão América: Guerra Civil, quando T'Challa/Pantera Negra (Chadwick Boseman) retorna para casa na nação reclusa e tecnologicamente avançada de Wakanda, para servir como o novo líder e descobre que seu trono é desafiado por facções dentro de seu próprio país. O filme ainda tem no elenco Michael B. Jordan (Erik Killmonger), Lupita Nyong'o (Nakia) e Danai Gurira (Okoye), que recentemente participou de um painel sobre o filme na CCXP 2017 e revelou que Okoye é uma mulher muito forte e, como os brasileiros, apaixonada pelo país e sua cultura. Com 26% da preferência do público, o filme estreia em 15 de fevereiro de 2018.
     
     
    2 - Deadpool 2
    (20th Century Fox/ Marvel)
     
    A sinopse oficial e divertida conta que depois de sobreviver a um ataque bovino quase fatal, um chef de cafeteria desfigurado, Wade Wilson, o Deadpool, luta para alcançar seu sonho de se tornar o barman mais quente de Mayberry, enquanto também aprende a lidar com sua perda de paladar. Procurando reencontrar seu gosto pela vida, junto com um capacitor de fluxo, Wade precisa lutar contra ninjas, Yakuza, e uma alcateia de caninos sexualmente agressivos. Na sequência de Deadpool, Ryan Reynolds volta ao papel principal, Zazie Beetz faz Dominó e Josh Brolin será o Cable. O filme tem direção de David Leitch e Simon Kinberg na produção. A estreia está marcada para 1º de junho de 2018. Deadpool 2 conquistou o segundo lugar na preferência do público com 30% dos votos.
     
     
    1 - Vingadores: Guerra Infinita
    (Marvel)
     
    O lugar mais alto do pódio, com esmagadores 72% dos votos, ficou com Vingadores: Guerra Infinita. O filme mostra Thanos (Josh Brolin) chegando à Terra disposto a reunir as Joias do Infinito. Para enfrentá-lo, os Vingadores precisam unir forças com os Guardiões da Galáxia, ao mesmo tempo em que lidam com desavenças entre alguns de seus integrantes. O campeão na lista de espera para 2018 estreia em 26 de abril.
     
    Vingadores (Divulgação/Marvel)
    Vingadores (Divulgação/Marvel)
     
     
    **A pesquisa Geek Power foi feita pelo Ibope CONECTA e as coletas foram realizadas no site do Omelete de 8 a 17 de novembro de 2017 em um montante de 9.471 entrevistas.
     
     
    #
     
     
     
  • Acompanhado de orquestra, PEDRO MARIANO faz gravação de CD e DVD em SP
    Projeto engloba músicas inéditas, regravações e canções que fizeram parte da trajetória íntima e artística de Pedro Mariano
     
     
    O cantor Pedro Mariano volta ao Teatro Alfa acompanhado de orquestra para gravação do CD e DVD Pedro Mariano e Orquestra – Show DNA. O projeto estreou no Alfa em 2017 e retorna inaugurando a programação do espaço em 2018. A apresentação será dia 20 de janeiro, sábado, às 22 horas.
     
    O show de Pedro conta com uma equipe de peso. Além do cantor, sobem ao palco o maestro Otávio de Moraes (que também assina a direção musical do espetáculo), seu quarteto, composto por Conrado Goys (guitarra e violão), Leandro Matsumoto (baixo), Marcelo Elias (piano e teclado) e Thiago Rabello (bateria), e uma orquestra com 15 instrumentos de corda e seis metais.
     
    No repertório, o artista irá trazer ao público cinco canções inéditas. Entre elas, DNA (Edu Tedeski), Alguém dirá (Pedro Altério e Pedro Viáfora) e Enfim (Daniel Carlomagno). O show também conta com regravações de importantes autores da MPB, como Guilherme Arantes (Êxtase), Ana Carolina, Chiara Civello e Edu Krieger (Um Pouco Mais Perto). Releituras de musicas como Risos e Memórias, gravadas anteriormente em CD de carreira, também integram o novo projeto.
     
    De acordo com Pedro, todas as canções que já gravou e que serão apresentadas no show chegam com nova roupagem. Para tanto, o artista conta com o olhar e técnica de quatro arranjadores na sua equipe: Daniel Carlomagno, Marcelo Elias, Otavio de Moraes e Conrado Goys. “As alterações nas músicas são uma adequação à sonoridade da orquestra”, diz Pedro.
     
    O cenário e iluminação remetem a uma apresentação tradicional de orquestra, com os músicos dispostos em meia-lua no palco. Pedro ocupa o espaço central, tendo um espaço mais amplo para interagir com o público. O artista é apontado diversas vezes como um dos maiores intérpretes da música contemporânea.
     
     
     
    Serviço Pedro Mariano e Orquestra – Show DNA 
    Quando: Dia 20 de janeiro, sábado, às 22h
    Onde: Sala A do Teatro Alfa
    End: Rua Bento Branco de Andrade Filho, 722 / SP -Tel. (11) 5693-4000 
    Capacidade: 1118 lugares. Duração: 100 minutos. Classificação: 12 anos.
     
    Ingressos valor: Plateia – R$ 150,00 (inteira) e R$ 75 (meia). Balcão I - R$ 150,00 (inteira) e R$ 75 (meia). Balcão II – R$ 75,00 (inteira) e R$ 37,50 (meia).
    Vendas: Pelos telefones: (11) 5693-4000 | 0300 789-3377
     Call Center Ingresso Rápido: (11) 4003-1212.
     
     
     
     
     
     

     

     
     
  • "GISBERTA" com o ator Luis Lobianco, estreia dia 5 de janeiro em Belo Horizonte
    Luis Lobianco, integrante do Porta dos Fundos, chega ao CCBB BH com o drama "Gisberta", monólogo baseado em fatos reais
     
     
    O espetáculo "Gisberta" chega ao CCBBBH, com estreia no dia 05 de janeiro, ficando em cartaz até o dia 05 de fevereiro, sempre de sexta a segunda, às 20h, no Teatro I.
     
    Idealizada por Luis Lobianco, com direção de produção de Claudia Marques, texto de Rafael Souza-Ribeiro e direção de Renato Carrera, a obra mistura política, história, música, teatro, poesia e ficção para falar de Gisberta, brasileira vítima da transfobia que teve morte trágica em 2006 no Porto, em Portugal, após ser torturada por um grupo de 14 menores de idade. Gisberta atravessou o oceano para buscar um território livre, mas morreu no fundo do poço, afogada em ódio e água.
     
    Na ocasião o caso ganhou destaque nas discussões sobre a transfobia em Portugal e Gisberta se tornou ícone na luta pela conscientização para uma erradicação dos crimes de ódio contra gays, lésbicas e transexuais. Em 2016, dez anos após a sua morte, Gisberta foi amplamente lembrada em Portugal por meio de inúmeras reportagens. "Já o Brasil, na contramão, é um dos países que mais comete crimes de transfobia e homofobia, números que não param de crescer junto com uma onda conservadora de intolerância com as diferenças. Se não conseguimos mudar as leis que não nos protegem, que a justiça seja feita no teatro, com música e luzes de Cabaré. Que venham as identidades de humor, gênero, drama, música, tragédia e redenção. O caso de Gisberta não é conhecido por aqui e decidi que Gisberta vai reviver a partir da arte e será amada pelo público." – comenta Lobianco.
     
    Caçula de uma família com oito filhos, ainda na infância Gisberta dava sinais de que estava num corpo que não correspondia à sua identidade. Após a morte do pai, deixou os cabelos crescerem definitivamente. Em 1979, aos 18 anos, quando suas amigas morriam assassinadas, na capital paulista, com medo de ser a próxima vítima, deixou o Brasil rumo a Paris. Mais tarde, já depois 
     
    de realizar tratamento hormonal e fazer implante de silicone nos seios, mudou-se para o Porto, no Norte de Portugal. Rapidamente enturmou-se na cena gay local. Fazia apresentações em bares e boates. Sem muito jeito com qualquer tipo de liberdade viveu tudo o que nunca experimentou de forma voraz: cantou de Vanusa a Marilyn, bebeu, fumou, cheirou, amou e adoeceu no cabaré. Costumava escrever cartas e mandar fotos para família como forma de garantir que estava segura. Um dia os seus dois cães fugiram de casa e foram atropelados na sua frente. Gis definhou de depressão e Aids. Perdeu os cabelos conquistados, passou a vestir trapos sem gênero e foi morar na rua. Num prédio abandonado foi encontrada, no final de 2005, por um grupo de três meninos mantidos pela Oficina de São José, uma instituição religiosa da vizinhança. No início as crianças ofereceram comida e agasalho, mas a lógica do grupo se converteu em um ódio súbito e inexplicável quando outros 11 meninos se juntaram ao grupo inicial. A partir de 15 de fevereiro de 2006, Gisberta sofreu vários dias de tortura e finalmente, acreditando que ela estava morta, foi jogada ainda com vida dentro de um poço cheio de água. Conclusão do processo: morte por afogamento. Gis, como ela gostava de ser chamada, já vivia sufocada, sua morte foi síntese da sua vida – culpa do ódio e não da água.
     
    "O mundo passa por uma grande crise de identidade: o que somos essencialmente e onde podemos viver o que somos? Refugiados podem ser inteiros fora de seus territórios sem inspirarem ameaça? Há liberdade para identidade de gênero mesmo que se tenha nascido em um corpo de outro sexo? Gays podem se amar sem exposição à violência? A reação para o rompimento com padrões sociais é uma explosão de violência cotidiana sem precedentes. Quanto mais ódio, mais a afirmação da identidade se impõe. No ar a sensação de um grande embate mundial iminente - não tem mais como se esconder no armário. Ser livre ou servir à intolerância: eis a questão." – conclui Lobianco. Para contar a história de Gisberta, que é praticamente desconhecida no Brasil e que é também a história de tantas outras vítimas da transfobia, Luis Lobianco interpreta vários personagens com texto concebido a partir de relatos obtidos em contatos pessoais com a família de Gis, do processo judicial e de visitas aos locais da tragédia. Em cena, três músicos acompanham o ator.
     
    Uma breve apresentação de Luis Lobianco
    Nascido no Rio de Janeiro, Luis Lobianco faz teatro desde 1994. Em 2012, se formou na CAL e foi dirigido por nomes, como: Aderbal Freire-Filho, Moacyr Chaves, Marcelo Saback e Ruy Faria; atuando em mais de 30 montagens teatrais até hoje. Também foi criador dos espetáculos do Buraco da Lacraia, Rival Rebolado e Portátil, todos em cartaz atualmente. Na TV, está no ar com o "Vai Que Cola" no Multishow e se prepara para a estreia da série infantil "Os Valentins", do canal Gloob, onde interpreta o vilão Randolfo, ao lado de Claudia Abreu e Guilherme Weber. Lobianco também é ator fixo do canal Porta dos Fundos desde sua criação, há quatro anos. No cinema já esteve em dez produções entre 2012 e 2017. Lobianco foi indicado ao prêmio F5 da Folha de São Paulo por seu trabalho para TV, como o protagonista de "O Grande Gonzalez", coprodução da FOX com o Porta dos Fundos. Esse ano está no papel principal na série Valentins no canal Gloob e em 2018 fará seu primeiro protagonista no longa-metragem "Carlinhos e Carlão", de Pedro Amorim.
     
    Ficha técnica
    Atuação: Luis Lobianco / Texto: Rafael Souza-Ribeiro / Direção: Renato Carrera / Direção de Produção: Claudia Marques / Músicos em Cena: Lúcio Zandonadi (piano e voz), Danielly Sousa (flauta e voz), Rafael Bezerra (clarineta e voz) / Pesquisa Dramatúrgica: Luis Lobianco, Renato Carrera e Rafael Souza-Ribeiro / Investigação: Luis Lobianco e Rafael Souza-Ribeiro / Trilha Sonora e músicas compostas: Lúcio Zandonati / 
    Iluminação: Renato Machado / Cenário: Mina Quental / Figurino: Gilda Midani / Preparação Vocal: Simone Mazzer / Direção de Movimento: Marcia Rubin / Programação Visual: Daniel de Jesus / Produção Executiva: Renato Mascarenhas / Fotos de divulgação: Elisa Mendes e Aline Macedo / Produção: Fabrica de Eventos / Idealização: Luis Lobianco / Produção Local: Rubim Produções 
     
     
    SERVIÇO: "Gisberta", com Luis Lobianco 
    QUANDO: de 05 de janeiro a 05 de fevereiro de 2018, de sexta a segunda, às 20h
    ONDE: Teatro I – CCBB BH - Praça da Liberdade, 450 - Funcionários – Belo Horizonte (MG)
     
    Duração: 70 minutos/ Gênero: Drama / Classificação: 14 anos
    Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia entrada) 
    Venda de ingressos: bilheteria do teatro / ou www.eventim.com.br
    Mais informações: (31) 3431-9400 I (31) 3431-9503