Sexta, 24 Novembro 2017 | Login
O evento, que integra a programação paralela da exposição ‘Renato Russo’, em cartaz no MIS até 28 de janeiro, também traz show gratuito da banda Cachorro Grande, DJs e exibição dos documentários ‘Rock Brasília’ e ‘Botinada’
 
 
No próximo,  sábado 25 de novembro, o MIS em parceria com a loja Locomotiva Discos, realiza mais uma edição da Feira de Discos e Vitrolas. Com entrada gratuita, a feira acontece entre 12h às 20h na área externa do MIS.
 
Realizada em São Paulo desde 2011, a tradicional Feira de Discos ganha mais uma edição especial no MIS que conta com cerca de 50 expositores entre lojas, sebos, colecionadores e vendedores especializados. Os visitantes encontram LPs importados, nacionais, raros, novos, usados, raridades, compactos, deluxe editions, box sets e singles. Além de comprar, o público também pode levar até 50 LPs usados para venda ou troca somente com os expositores.
 
A Feira de Discos faz parte da programação paralela da exposição Renato Russo, homenagem do MIS a um dos maiores ícones da música brasileira. Assim está edição terá como temática o rock nacional com diversas opções para os fãs garimparam, como os LP´s: Camisa de Vênus  (Camisa de Vênus", R$ 45,00), Dois (Legião Urbana, R$ 35,00”, Cabeça Dinossauro (Titãs, R$ 45,00), Mudança de Comportamento (Ira!, edição 180 gramas,  R$ 85,00).
 
Os amantes do vinil também encontram no evento vitrolas e toca-discos de todos os tipos e tamanhos, além de contato para conserto e assistência técnica dos aparelhos. Um dos expositores em destaques é Hamilton Mendonça, que cria toca-discos há mais de 12 anos, e é responsável por construir modelos curiosos, entre eles o Bigger Best, um toca-discos que mede um metro de largura por 90 centímetros de profundidade, e pode ser considerado um dos maiores do mundo em funcionamento. Já a Vitrola Design leva para a Feira suas radiovitrolas contemporâneas (peças de decoração com o charme e estilo dos anos 60) com áudio integrado e tecnologia atual.
 
 
 
Show Cachorro Grande e DJs
 
Às 20h acontece o show gratuito da banda Cachorro Grande no Auditório MIS. A apresentação será um especial de lançamento em vinil do álbum Costa do Marfim (2014). O repertório do show traz as músicas deste disco que será tocado na íntegra. A entrada é livre, mas é necessário retirar o ingresso com uma hora de antecedência na recepção do MIS.
 
 Cachorro Grande / Foto: Divugação
 
A programação musical também conta com discotecagem ao vivo na área externa, com participação dos DJs Gregor Izidro (Mongobeat), Lu Riot (Dedo de Moça), Pirulo (Rastrillo Records) e Luanda Baldijao.
 
  
 
Programação de filmes
 
A programação de cinema traz dois documentários sobre o rock nacional: Rock Brasília – A era de ouro, de Vladimir Carvalho, sobre a cena na cidade natal da Legião Urbana e Botinada, de Gastão Moreira, que destrincha a origem do punk no Brasil. A exibição dos filmes será no Auditório LABMIS.
 
  
14h30
 
Botinada: A origem do punk no Brasil (Dir. Gastão Moreira, 2006, Brasil, 110 minutos, Documentário)
 
O documentário narra a história do início do movimento punk no Brasil, (1976 - 1984), e o paradeiro de seus protagonistas. Foram quatro anos de pesquisa, 77 pessoas entrevistadas, milhares de horas nas ilhas de edição, 200 horas de vídeo e muitas imagens raras e inéditas compiladas pela primeira vez. Botinada conta com imagens raras, como a banda Cólera tocando ao vivo em 1980 na TV Tupi que nunca foi ao ar e o Inocentes tocando no Gallery em 1982, além de entrevistas com punks de todo Brasil, jornalistas, cineastas, bandas e simpatizantes do movimento punk.
 
 
 
17h30
 
Rock Brasília – A era de ouro (Dir. Vladimir Carvalho, Brasil, 2011, 111 minutos, Documentário)
 
Com imagens de arquivo, filmadas pelo diretor desde o fim dos anos 1970, o documentário, co-produzido pelo Canal Brasil, encerra uma trilogia sobre a formação histórica, política e cultural de Brasília. O diretor investiga a origem das grandes bandas de rock que tomaram de assalto o cenário musical brasileiro a partir dos anos 80, como Legião Urbana, Capital Inicial, Plebe Rude e muitas outras.  O documentário é permeado por depoimentos dos grandes protagonistas do período, como Renato Russo (em imagens raras e inéditas), Dado Villa-Lobos, Marcelo Bonfá, Dinho Ouro Preto, os irmãos Fê e Flávio Lemos e Philippe Seabra, além dos artistas que se aproximaram dessa turma, como os músicos do Paralamas do Sucesso (Herbert Vianna, João Barone, Bi Ribeiro) e Caetano Veloso.  A história é pontuada por momentos inesquecíveis, como o show do Legião Urbana no Estádio Mané Garrincha, em junho de 1988; e o grande show do Capital Inicial, na Esplanada dos Ministérios, em 2008, com Dinho cantando a música do colega Renato Russo: Que país é esse?.
 
 
 
SERVIÇO: Feira de Discos e Vitrolas no MIS/Especial Rock Nacional
 
DATA 25 de novembro, sábado
HORÁRIO Feira de Discos: 12h às 20h, Filmes: 14h30 e 17h30 e Show Cachorro Grande 20h 
LOCAL Área externa do MIS, Auditório MIS (172 lugares) e Auditório LABMIS (66 lugares)
INGRESSO Todas as atividades são gratuitas (para o show do Cachorro Grande e programação de filmes  é necessário retirar ingressos com uma hora de antecedência na Recepção do MIS)
CLASSIFICAÇÃO livre
 
A maioria dos expositores aceita cartão, mas é recomendado levar dinheiro, pois alguns não aceitam.
 
Museu da Imagem e do Som – MIS
Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo | (11) 2117 4777 | www.mis-sp.org.br
Estacionamento [Conveniado]: R$ 18 
Acesso e elevador para cadeirantes. Ar condicionado.
 
 
 
 

 
Lá se vão quase quatro décadas sem John Lennon, perda que é lembrada no mês de dezembro, mais precisamente no dia 8, quando completa 37 anos do falecimento do artista.
 
Mas a mensagem do ex-Beatle permanece intensa, nas letras das músicas e, agora, com a sua mais célebre composição adaptada para literatura infantil. Imagine, a canção de Lennon que se tornou um hino pela igualdade entre os povos, leva às crianças uma forma de acreditar em dias melhores, com prefário escrito por Yoko Ono, a iniciativa tem associação com a Anistia Internacional.
 
 
Imagine, canção eternizada por John Lennon,
ganha adaptação para livro infantil no Brasil
 
 
O lançamento mundial tem prefácio assinado por Yoko Ono Lennon,
ilustrações de Jean Jullien e tradução de Marina Colasanti
 
A jornada de uma pomba disseminando mensagens de paz para outros tantos pássaros é o mote da história que fala de tolerância, fraternidade e atitudes para um mundo melhor, levando a letra da canção composta por John Lennon às crianças. Por meio de ilustrações cedidas pelo francês Jean Jullien, alusivas às frases da música composta em 1971 (letra da qual Yoko Ono Lennon, viúva do músico, foi declarada coautora), o pombo convida outros pássaros a imaginar um mundo com igualdade entre os povos. Como parte de uma campanha global, o lançamento no Brasil é pela V&R Editoras.
Por aqui, Imagine tem a participação da escritora Marina Colasanti, poetisa que completa 80 anos e que traduziu a versão brasileira como parte das celebrações de seu aniversário. Por ocasião do Dia Internacional da Paz, comemorado em 21 de setembro, houve o lançamento mundial do projeto idealizado por Yoko Ono Lennon, um modo de perpetuar o propósito pacificador do ex-Beatle.
 
Em parceria exclusiva, Imagine se tornou oficialmente o hino da Anistia Internacional, entidade escolhida por Yoko para receber os direitos autorais da obra. “Todos nós queremos ser felizes e nos sentir seguros. E todos podemos fazer nossa parte para tornar o mundo um lugar melhor. Devemos sempre trazer amor no coração e cuidar um do outro. Devemos sempre compartilhar o que temos e defender aqueles que não recebem tratamento justo”, declara Yoko Ono Lennon no prefácio.
 
No livro infantil, uma pomba urbana, e não aquela tradicional, branquinha e pouco comum, Imagine compartilha sua mensagem de paz e contagia outras espécies com lições de boas condutas em benefício de todos. São cenas retratando situações comuns, em que a pomba leva ramos de oliveira por vários ambientes e sempre reverte em comunhão de ideias. E nas mãos dos pequenos leitores, Imagine, o livro, tem a missão de incutir o lema de Lennon na formação de novas pessoas, na busca de tornar o mundo “verdadeiramente como um só”.
 
Sobre o livro: Imagine é lançado simultaneamente em 15 idiomas, no dia 21 de setembro, data escolhida pela ONU para celebrar o Dia Internacional da Paz. A obra foi elaborada em parceria com a Anistia Internacional e terá todos os royalties revertidos para a instituição. A campanha mundial de divulgação do Imagine será feita em parceria com os escritórios regionais da Anistia Internacional e os perfis nas redes sociais de John Lennon, Yoko Ono Lennon e o ilustrador Jean Jullien. O grupo V&R Editoras publicará a obra em toda a América Latina. Ao final, a obra traz a letra original da música, facilitando o aprendizado.
 
Sobre os autores: John Lennon nasceu em 9 de outubro de 1940, em Liverpool, na Inglaterra. Conheceu Paul McCartney em 1957 e o convidou para formar com ele um grupo musical. Nascia, então, a banda que impactou o cenário musical, como nenhuma outra tinha feito antes, The Beatles. Mas Lennon deixou os Beatles em 1969, e depois lançou alguns álbuns em parceria com sua esposa, Yoko Ono. Um dos álbuns mais celebrados de John Lennon, Imagine, foi lançado em 1971, nos Estados Unidos. O lançamento no Reino Unido aconteceu no dia 8 de outubro seguinte. A música título do álbum, “Imagine” se tornou a marca registada de Lennon e foi escrita como um pedido pela paz mundial.
Jean Jullien nasceu em 14 de março de 1984, em Cholet, na França. É ilustrador formado em Design Gráfico pela Universidade de Quimper. Desde os 20 anos, Jean vive em Londres. Sua produção transita entre a ilustração, a fotografia, passando pela produção de vídeos, figurinos, instalações, cartazes, buscando sempre estruturar seu trabalho de forma coerente, porém eclética. Em novembro de 2015, ele foi responsável por criar o símbolo Peace for Paris – uma variação do tradicional símbolo da paz – em memória aos mortos e feridos nos ataques terroristas. O símbolo se tornou um viral pelo mundo todo.
 
Sobre a tradutora: Marina Colasanti nasceu em 1937 na cidade de Asmara, capital da Eritreia. É casada com o também escritor Affonso Romano de Sant’Anna e tem duas filhas, Fabiana e Alessandra Colasanti. É uma das mais premiadas escritoras brasileiras, detentora de vários prêmios Jabutis, do Grande Prêmio da Crítica da APCA, do Melhor Livro do Ana da Câmara Brasileira do Livro, do prêmio da Biblioteca Nacional para poesia, de dois prêmios latino-americanos e é hors-concours da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ).
 
Título original: Imagine; Autor: John Lennon; 32 páginas; Tradutor: Marina Colasanti; Ilustrações: Jean Jullien; Acabamento: Capa dura; Edição: 1ª/2017; Preço: R$36,90. V&R Editoras
 
 
 
 
Fundação Cásper Líbero, agora, checará dados para saber se haverá abertura de novas vagas. Prova oferecerá serviços apenas para número de atletas oficialmente inscritos.
 
 
A 93ª Corrida Internacional de São Silvestre fechará o ano esportivo no  dia 31 de dezembro, reunindo corredores de todo o país e também do exterior. A força da principal corrida de rua da América Latina mais uma vez se confirma com o término da primeira fase de inscrições nesta sexta-feira (17), uma semana antes do prazo oficial, marcado para 24 de novembro. Agora, a organização da prova fará o levantamento das confirmações para definir se haverá reabertura das inscrições.
 
O evento reunirá 30 mil atletas, que enfrentarão o desafio de 15 km por ruas e avenidas da capital Paulista. A largada será na Avenida Paulista, altura da rua Frei Caneca, e a chegada em frente ao prédio da Fundação Cásper Líbero.
 
A prova oferecerá infraestrutura (apoio médico, acessos, hidratação, lanches) para o número oficial de inscritos. Não serão disponibilizados recursos extras para atletas que não estejam inscritos oficialmente ("pipocas").
 
O Comitê Organizador informa que essas dinâmicas estão sendo implantadas em fase experimental para melhor atender os atletas oficialmente inscritos e pede gentilmente a colaboração dos demais. As áreas de largada terão seus acessos controlados a partir da Alameda Santos e Rua São Carlos do Pinhal e a dispersão a partir da Rua Joaquim Eugenio de Lima até e Alameda Casa Branca. Todas as áreas serão restritas a corredores oficialmente inscritos e usuários locais.
 
 
 
Mais informações no site oficial da prova:  www.saosilvestre.com.br.
 
 
 

Para os roqueiros de plantão é sem duvida a melhor forma de encerrar 2017
 
 
Duas grandes bandas da história do Rock, Tesla dará a partida para cada dia de música, seguidos pelos americanos do Cheap Trick e terminando com os britânicos do Deep Purple.
 
 
 
Curitiba – 12/12/17 – Pedreira Paulo Leminski
São Paulo – 13/12/17 – Allianz Parque
Rio de Janeiro – 15/12/17 – Jeunesse Arena
 
O público terá a oportunidade de curtir três shows completos na mesma noite, em cada cidade. 
 
Cheap Trick substitui a banda Lynyrd Skynyrd que teve a apresentação cancelada por motivos pessoais.
 
Confira na íntegra a nota que o Lynyrd Skynyrd divulgou:
 
Os membros do Lynyrd Skynyrd estão desapontados por anunciar que estão cancelando sua participação no Solid Rock com o Deep Purple e Tesla.
 
A filha de Johnny Van Zant, um dos membros do Lynyrd Skynyrd, foi diagnosticada com Linfoma Linfoblástico Agudo e, por hora, será submetida a um tratamento agressivo. Johnny usará os próximos meses para se concentrar no tratamento e saúde de sua filha.
 
O Lynyrd Skynyrd gostaria de pedir desculpas aos fãs da América do Sul, com a promessa de voltar no futuro.
 
Enquanto isso, os bons amigos da banda e membros do Rock and Roll Hall of Fame, Cheap Trick, estarão se juntando à turnê em dezembro.
 
O frontman, Robin Zander diz: "Estamos ansiosos para nos juntar ao Deep Purple e Tesla na América do Sul como parte do Solid Rock Tour ... apenas desejava estar em circunstâncias diferentes. Nossos pensamentos e orações estão com Johnny, sua filha e todos nossos amigos de toda a família Lynyrd Skynyrd ".
 
 
 
 
CHEAP TRICK
Com mais de 5.000 apresentações durante quatro décadas e 20 milhões de discos vendidos em todo o mundo, Cheap Trick é, sem dúvida, um dos mais influentes grupos de rock clássico nos últimos 50 anos. 
 
Hits como "I Want To Want Me", "Dream Police" e "Surrender" cimentaram o grupo como uma das melhores bandas de Rock 'n' roll da América de todos os tempos.
 
 
DEEP PURPLE
Depois de 3 anos, o Deep Purple volta ao Brasil com a The Long Goodbye Tour. A turnê que promove seu último álbum – o 20º de uma história que começou lá atrás, nos anos 60 – Infinite (2017), que foi lançado em abril. Agora em outubro, os britânicos – donos de um dos nomes mais importantes já induzidos na Rock & Roll Hall of Fame – vão viajar pelo Brasil para três apresentações.
 
Chegando ao quinto disco gravado pela formação atual, formada pelos membros a era clássica Ian Gillan (vocal), Ian Paice (bateria), Roger Glover (baixo), Steve Morse (guitarra) e Don Airey (teclado), vão apresentar clássicos e hits que foram feitos durante os quase 50 anos de estrada da banda.
 
O público terá a oportunidade de curtir algumas músicas novas do último álbum, como “Time for Bedlam” e “Roadhouse Blues”, além de músicas que se tornaram verdadeiros hinos para os amantes do Rock’n’Roll, como “Strange Kind Of Woman”, “Highway Star”, “Burn” and “Smoke on the Water”. Não só essas músicas, como toda a discografia do Deep Purple são responsáveis por construir gerações e mais gerações de fãs, que terão a oportunidade de assisti-los em Curitiba, São Paulo e Rio de Janeiro.
 
Para mais informações sobre o show e sua turnê mundial, visite www.deeppurple.com
 
Informações sobre ingressos em www.ticketsforfun.com.br
 
 
SOLID ROCK: Deep Purple, Cheap Trick  e Tesla
 
SERVIÇO:
 
Curitiba (PR)
Data: Terça-feira, 12 de dezembro de 2017.
Abertura dos portões: 16h.
Apresentação Tesla: 19h.
Apresentação  Cheap Trick: 20h30.
Apresentação Deep Purple: 22h30.
Local: Pedreira Paulo Leminski 
R. João Gava, 970 – Abranches - Curitiba - PR
Capacidade: 25.000 pessoas.
 
 
São Paulo (SP)
Data: Quarta-feira, 13 de dezembro de 2017.
Abertura dos portões: 16h.
Apresentação Tesla: 19h.
Apresentação  Cheap Trick: 20h30.
Apresentação Deep Purple: 22h30.
Local: Allianz Parque
Rua Turiassú, 1840 – Perdizes - São Paulo - SP
Capacidade: 48.113 pessoas.
 
 
Rio de Janeiro (RJ)
Data: Sexta-feira, 15 de dezembro de 2017.
Abertura dos portões: 16h.
Apresentação Tesla: 19h30.
Apresentação  Cheap Trick: 21h.
Apresentação Deep Purple: 23h.
Local: Jeunesse Arena
Av. Embaixador Abelardo Bueno, 3401 – Barra da Tijuca, Rio de Janeiro - RJ
Capacidade: 13.000 pessoas.